Tratamento com Implante Zigomático apresenta bons resultados

Diversos problemas na saúde da boca, como os que afetam o osso maxilar, necessitam de tratamentos complexos e  bem esquematizados pelo cirurgião-dentista.

Dessa forma, se há algum tipo de procedimento que possa facilitar ou tornar esse momento mais tranquilo, é importante que o profissional tenha conhecimento sobre ele.

Um bom exemplo para casos de perdas de dentes é o implante. Mas você sabia que não existe apenas um tipo de implante dentário? Pois é!

Muitos pacientes chegam ao consultório sem ter conhecimento do leque de opções que existem!

O que é um Implante Zigomático?

Antes entender a indicação de cada um dos tipos de implantes, vamos começar pelo zigomático.

Ele é conhecido por ser um implante especial e, na maioria dos casos, é consideravelmente mais longo do que o convencional.

Além disso, recebe esse nome por estar fixo a um osso presente na face, mais precisamente ao osso da maçã do rosto, cujo nome técnico é osso zigomático.

Esses implantes surgiram principalmente com o objetivo de simplificar o tratamento e torná-lo menos invasivo, servindo como uma alternativa a pacientes que não estão aptos aos implantes mais comuns.

Quando o Implante Zigomático é recomendado?

Normalmente, esses tipos de implantes são mais indicados em casos específicos, o que só é analisado e concluído após uma avaliação realizada pelo dentista.

Então, alguns dos cenários em que eles são comumente realizados envolvem:

  • Quando há uma ausência severa do osso maxilar;
  • Casos em que a reconstrução com uso de enxerto é mais complicada.

É um procedimento simples e que não costuma trazer grandes problemas ao paciente. É realizado em um hospital e sempre com o acompanhamento de um anestesista.

Vantagens do Implante Zigomático

Assim como já mencionamos anteriormente, o implante zigomático é um tratamento moderno e traz mais benefícios ao paciente quando comparado aos outros métodos. Algumas de suas principais vantagens são:​

  • Um procedimento de colocação da prótese muito mais rápido;
  • É consideravelmente mais seguro, uma vez que a prótese fica fixa, não correndo o risco de se deslocar;
  • O custo do tratamento é menor;
  • A cirurgia é bem menos invasiva quando comparada às cirurgias com enxertos ósseos, por exemplo, pelo fato de que eles precisam ser retirados de outras partes do corpo do paciente;
  • Uma recuperação mais rápida, o que também é consequência de não necessitar dos enxertos ósseos.

De acordo com seu desenvolvedor, o professor doutor Branemark, 90% dos casos obtiveram sucesso ao optar pela técnica. Com todos esses diferenciais, é normal que acabe se tornando um procedimento mais atrativo, certo?

Porém, não deixe de conversar com seu cirurgião-dentista e descobrir se é mesmo o mais adequado para seu caso!

Diferenças entre Implantes Zigomáticos e convencionais

O principal diferencial do zigomático é o seu comprimento. Por ser muito maior que os normais, ele consegue oferecer uma fixação mais segura.

Além disso, eles estão fixos em um osso que é mais denso e resistente, conhecido como zigoma. No caso do implante comum, estão fixos nos ossos dos maxilares.

Contraindicações do Implante Zigomático

Apesar de todos os benefícios que ele carrega, infelizmente existem casos em que esse método de não deve ser realizado.

Como é recomendado em situações de perda de dentes ou não desenvolvimento da estrutura dentária por completo, o dentista pode recomendá-lo em qualquer idade.

No entanto, mesmo a idade não sendo um problema, é importante que o crescimento corporal já tenha sido finalizado.

Ou seja, é mais interessante que ocorra nos pacientes que estão no período final da adolescência em diante.

Higiene do Implante Zigomático

Um detalhe muito importante desse implante é que os dentes que estão na prótese ficam fixos. Dessa forma, somente o profissional envolvido no processo pode realizar sua remoção.

O que costuma ser orientado aos pacientes é que façam, por exemplo, o uso de escovas de dentes especiais, pois não são agressivas.

Além, é claro, de não se esquecer de passar o fio dental e realizar bochechos complementares, garantindo uma higienização completa.

Passo a passo do Implante Zigomático

É importante entender que o tratamento envolve fases bem pontuais e, assim como nos demais, cada uma delas deve ser respeitada. São elas:

  1. Primeira avaliação;
  2. Consultas de planejamento;
  3. Cirurgia;
  4. Consultas de pós-operatório.

A primeira avaliação, como o próprio nome sugere, é o primeiro contato com o procedimento, a hora de conhecê-lo por completo e tirar todas as dúvidas.

É por isso que o bom relacionamento com o cirurgião-dentista é parte fundamental dessa fase, mantendo o paciente informado, calmo e seguro sobre o tratamento que irá realizar.

Feito isso, uma vez que ambos estejam de acordo com tudo que foi passado e explicado, as consultas de planejamento começam a acontecer. Normalmente, são apenas duas visitas preparatórias.

Nesse momento é feito um diagnóstico, um plano de tratamento, algumas moldagens prévias e algumas fotografias.

O momento mais importante deste segundo passo envolve o teste da prótese pelo paciente. Caso tudo seja aprovado, é hora de visitar o anestesista.

Apto a realizar o tratamento, chega então o momento da cirurgia. Assim como citamos anteriormente, todo o processo é feito em ambiente hospitalar, podendo durar cerca de até três dias.

Por fim, após receber alta, é necessário marcar as consultas de rotina para analisar o andamento da cicatrização.

O acompanhamento é uma parte fundamental para a boa recuperação do pacientes, principalmente por ser o momento em que os pontos da cirurgia são retirados e as orientações para os próximos dias são passadas.

Geralmente, essas visitas ao dentista ocorrem até três meses após a cirurgia. Porém, depois, é fundamental manter um retorno a cada seis meses para que manutenções sejam feitas.

Quando bem cuidado, um implante zigomático pode durar com boas condições na boca de 10 a 15 anos.

Compartilhar:

Escrever comentário

Nossos telefones

5084-2811 / 5084-2864

Horário de atendimento

Seg a Sex - 8h às 19h